Antonio Justel Rodriguez

FICÇÃO E ÉPICA POÉTICA

 
... de inefáveis ​​idades e dimensões viemos, da instrução e semeadura do amor,
para instituir o ouro puro e vivo,
viemos de lá;
o guardião das distâncias, o curador das feridas e o criador dos sons, precederam-nos;
cruzar galáxias, planetas e quasares, ou matéria escura,
consiste em penetrar e atiçar o espírito, inflamando suas rochas íntimas e comunicando o mundo com a luz;
Éramos, então, uma legião de fogo e nossos tambores, junto à água que vive,
eles ressoaram e brilharam em nossos corações ardentes;
… ao chegar à Vecilla de la Polvorosa, em sua grande Praça Universal,
- ainda, e naquela época -
o olho da tarde era uma flor de amendoeira quântica e belíssima brilhando entre a neve;
despedimo-nos e, ao vê-los partir, na minha casa de pedra, palha e barro, ao alaúde da alma, solucei:
e isso, justo, quando aqui, Peixes, passou e passa oferecendo apenas dor, dor e sofrimento;
... enquanto isso, os Arautos de Aquário abriram suas portas para mim:
estamos construindo a luz imortal da alma e a emoção exaltada do jardim de rosas.
***

Antonio Justel Rodríguez
https://www.oriondepanthoseas.com
***
***

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Antonio Justel Rodriguez.
Published on e-Stories.org on 01/06/2023.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

More from this category "General" (Poems in portuguese)

Other works from Antonio Justel Rodriguez

Did you like it?
Please have a look at:


QUANDO IMPROVVISAMENTE UN VERSO - Antonio Justel Rodriguez (General)
Emergenza primaverile - Antonio Justel Rodriguez (General)
Being interested - Inge Hoppe-Grabinger (Life)