Flavio Cruz

Um sonho, apenas um sonho

Foi um sonho apenas, mas foi bom para esclarecer.
Sonhei que podia, como mágica, apagar todos os maus momentos de minha vida. Apagar as coisas erradas que fiz. As palavras que eu não deveria ter dito. Os contatos que era melhor não ter feito. O botão ainda faria sumir os momentos em que falei quando deveria ter me calado. Em que me calei quando deveria ter falado. Desaparecerem as decisões apressadas que depois se tornaram um pesadelo. Sumirem os momentos em que tive muita raiva e não deveria ter. Os momentos em que deveria ter ajudado mais quem de mim precisava. Os momentos em que disse um não no lugar de um sim e um sim no lugar de um não.
E, no sonho, apertei o tal do botão que apaga tudo. Era perfeito, sem igual. Depois vi que tudo era completamente sem vida, sem sabor. Aquilo não era eu.
Acordei e vi que era melhor assim, sem o tal do botão. Eu mesmo, com esse monte de erros e defeitos. Uma estranha e deliciosa sensação de estar vivendo a vida como ela é.

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 08/12/2015.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Life" (Short Stories)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:

Um amor alm da imaginao - Flavio Cruz (Love & Romance)
A Long, Dry Season - William Vaudrain (Life)
Heaven and Hell - Rainer Tiemann (Humour)