Flavio Cruz

H um tempo para tudo

Enquanto a seca ataca nossos lagos e represas, as águas violentas do mar invadem nossas terras. Em outras partes, treme o solo e os furacões atacam no ar. A natureza, rebelde, se defende contra a intrusão do homem. As almas também estão em rebelião. Inquietam-se por causas fúteis. As pessoas simples são esquecidas e deixadas à própria sorte, enquanto as ricas se perdem em sua ganância. Povos furiosos, guiados por líderes insanos, se debatem em guerras vãs e inúteis. Guerras sem ética que matam crianças e idosos. O mundo está em revolução, regredindo aos primórdios da civilização. Tempos difíceis.
Como dizem os livros sagrados, há um tempo para tudo. Agora, amigos, é tempo de cautela.

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 03/23/2016.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

More from this category "General" (Short Stories in portuguese)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:


S tem olhos para mim - Flavio Cruz (Love & Romance)
Pushing It - William Vaudrain (General)
Heaven and Hell - Rainer Tiemann (Humour)