Flavio Cruz

Navegando pela vida  (O provável, o improvável, o céu, e o ma


O improvável acontece, muitas vezes, sem avisar. Vira, então, fato consumado. O provável, por mais provável que seja, muitas vezes não acontece. Deixa de ser provável e se transforma no impossível. Outras vezes acontecem coisas que não eram prováveis nem improváveis. Nem sequer sabíamos que elas podiam existir e acontecer.
Pessoas especiais, de real valor, partem dessa vida antes da hora e, a respeito disso, não há nada que possamos fazer. Outras há, horríveis, que só fazem o mal, e insistem em viver. Indefinidamente. Não nos pertence seu destino, não cabe a nós julgar.
Este é um fato. Nada controlamos, nada sabemos sobre nosso destino. Tentamos, avidamente, controlar nosso barquinho pelas ondas do oceano, da melhor forma possível. Enfrentamos tempestades e calmarias. É possível que, um dia, uma onda enorme venha e nos leve, sem avisar. Pode ser também que continuemos navegando, sem parar. Nesse caso, se tivermos sorte, um dia, o mar vai encontrar o céu, talvez numa linda noite de luar. Lá, então, ficaremos para sempre, e nunca mais vamos precisar remar...

 

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 03/26/2016.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Life" (Short Stories)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:

A mulher do advogado - Flavio Cruz (Humour)
A Long, Dry Season - William Vaudrain (Life)
El Tercer Secreto - Mercedes Torija Maíllo (Science-Fiction)