Antonio Justel Rodriguez

GUERRA NA NOITE VIVO



[Homenagem prévia, pessoal e especial, a Federico García Lorca
assassinado em Víznar, em 19 de agosto de 1936, aos 38 anos]

… ao ritmo das cornetas, onde a tarde é divina,
os cães do ódio escalam a alma por seus limiares;

… pôr do sol de vime, vermelho, rosa e renda,
levam a vida ardendo para um cume de sangue;

... na cama da noite, segura por mil punhais,
a lua representa os mortos sem nomes ou funerais;

[… os cachorros latem e latem, a raiva pede para eles latir,
úbere da morte é a areia, os gritos não são de ninguém,
a vil foice do vento norte estala, ceifando o ar;

gritos de línguas frias, bêbados de raiva e fome,
Eles correm pelas avenidas do coração depois de matá-lo]

... Pai de veias cheias, Mãe da lua amorosa,
o filho que está em guerra é filho de dois titãs
que temperou sua espada de ouro com luz de diamante!

… pelas ravinas do céu descem cães ofegantes;
a aurora, como virgem, empoleira-se nas azinheiras;
melros de cera na minha alma, eles acendem mesmo que eu cale a boca.
***
Antonio Justel Rodrigues
https://www.oriondepanthoeas.com
***
 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Antonio Justel Rodriguez.
Published on e-Stories.org on 08/14/2022.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"General" (Poems)

Other works from Antonio Justel Rodriguez

Did you like it?
Please have a look at:

Jilgueros por el río (panthoseas) - Antonio Justel Rodriguez (Lovegrief)
Growth - Inge Offermann (General)
Dans mon lit - Rainer Tiemann (Love & Romance)