Antonio Justel Rodriguez

Outono: realidade e música


... algum dia, ao caminhar entre o tédio e a solidão,
Quando a brisa e o boato das folhas caídas vão com você, rolando e acompanhando você,
De repente, você sentirá um murmúrio de vozes e começará, parando o sangue por um momento,
sua memória rápida e o calor que possui;
[... e não, nada ficará com medo, porque você ignorará a nostalgia animada e novamente você aumentará o voo
E você vai agitar para queimar a pele]
... Existe, e de fato, um longo brilho para o outono: rosas, dias presos
em belos templos de cinzas e limão, o medo também, e dúvida, e puro fogo,
Mares de sorvete com o qual a mente observa e perto das pousadas estrondosas de paixão sem fim;
[Mas um golpe juvenil sempre termina conosco]
... é a rebelião do cisne íntimo, o último esteror contra as sombras,
Contra esse tédio final e o ruído implacável da solidão;
... ninguém, ninguém pode impedir essa derrota, nem mesmo o barulho desses meus pássaros,
Picando meu peito, sangue, a fogueira irredutível do coração.
***
Antonio Justel
<https: www.oirondepanthoseas.com>
***

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Antonio Justel Rodriguez.
Published on e-Stories.org on 10/07/2023.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

More from this category "General" (Poems in portuguese)

Other works from Antonio Justel Rodriguez

Did you like it?
Please have a look at:


TEMA D'AMORE PER UNA BALLATA TRISTE - Antonio Justel Rodriguez (General)
RENAISSANCE - Mani Junio (General)
Silent Mood - Inge Offermann (Love & Romance)