Antonio Justel Rodriguez

O CORAÇÃO NO OUTONO



[… pela rodovia Vecilla em direção a Morales e Fresno]
===

… neste exato momento, como sol e chuva vivos,
A tarde é uma fogueira no dourado tátil dos choupos;
ah, ah outono, é uma estação abençoada,
uma ágora,
uma plataforma quântica e suave junto a mares de vidro,
um grande palpite,
uma alegria,
uma doce enseada de amor ardente do coração;
… eu estava como se estivesse em êxtase e pedindo o sangue,
- justamente quando o caminho segue em direção aos tules e rosas de Teleno e Carpurias,
em direção aos seus azuis malva e aos seus imensos roxos –
quando finalmente, e no meu ouvido, ele disse:
Eu sou a beleza de Deus, a luz mais pura, o templo do Altíssimo,
e também, também, a sua voz, a flor do seu silêncio.
***
Antonio Justel Rodríguez
https://www.oriondepanthoseas.com
​***

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Antonio Justel Rodriguez.
Published on e-Stories.org on 11/16/2023.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

More from this category "General" (Poems in portuguese)

Other works from Antonio Justel Rodriguez

Did you like it?
Please have a look at:


Entrar y preguntar - Antonio Justel Rodriguez (Lyrics)
Emergenza primaverile - Antonio Justel Rodriguez (General)
London - Nina Bade (Travel Stories / My Home Country)